A quimera

A quimera
Minha última quimera!

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

O Mundo Anda Tão Complicado - Legião Urbana



Gosto de ver você dormir
Que nem criança com a boca aberta
O telefone chega sexta-feira
Aperto o passo por causa da garoa
Me empresta um par de meias
A gente chega na sessão das dez
Hoje eu acordo ao meio-dia
Amanhã é a sua vez

Vem cá, meu bem, que é bom lhe ver
O mundo anda tão complicado
Que hoje eu quero fazer tudo por você.

Temos que consertar o despertador
E separar todas as ferramentas
Que a mudança grande chegou
Com o fogão e a geladeira e a televisão
Não precisamos dormir no chão
Até que é bom, mas a cama chegou na terça
E na quinta chegou o som

Sempre faço mil coisas ao mesmo tempo
E até que é fácil acostumar-se com meu jeito
Agora que temos nossa casa
é a chave que sempre esqueço

Vamos chamar nossos amigos
A gente faz uma feijoada
Esquece um pouco do trabalho
E fica de bate-papo
Temos a semana inteira pela frente
Você me conta como foi seu dia
E a gente diz um pro outro:
- Estou com sono, vamos dormir!

Vem cá, meu bem, que é bom lhe ver
O mundo anda tão complicado
Que hoje eu quero fazer tudo por você

Quero ouvir uma canção de amor
Que fale da minha situação
De quem deixou a segurança de seu mundo
Por amor

Gosto de ver você dormir
Que nem criança com a boca aberta
O telefone chega sexta-feira
Aperto o passo por causa da garoa
Me empresta um par de meias
A gente chega na sessão das dez
Hoje eu acordo ao meio-dia
Amanhã é a sua vez
Vem cá, meu bem, que é bom lhe ver
O mundo anda tão complicado
Que hoje eu quero fazer tudo por você.
Temos que consertar o despertador
E separar todas as ferramentas
Que a mudança grande chegou
Com o fogão e a geladeira e a televisão
Não precisamos dormir no chão
Até que é bom, mas a cama chegou na terça
E na quinta chegou o som
Sempre faço mil coisas ao mesmo tempo
E até que é fácil acostumar-se com meu jeito
Agora que temos nossa casa
é a chave que sempre esqueço
Vamos chamar nossos amigos
A gente faz uma feijoada
Esquece um pouco do trabalho
E fica de bate-papo
Temos a semana inteira pela frente
Você me conta como foi seu dia
E a gente diz um pro outro:
- Estou com sono, vamos dormir!
Vem cá, meu bem, que é bom lhe ver
O mundo anda tão complicado
Que hoje eu quero fazer tudo por você
Quero ouvir uma canção de amor
Que fale da minha situação
De quem deixou a segurança de seu mundo
Por amor
Pode ir...

domingo, 22 de janeiro de 2012


Os personagens de meu romance são minhas próprias possibilidades que não foram realizadas.

(Milan Kundera)

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Mundo grande (Poema da obra Sentimento do mundo), de Carlos Drummond de Andrade



Não, meu coração não é maior que o mundo.
Ê muito menor.
Nele não cabem nem as minhas dores.
Por isso gosto tanto de me contar.
Por isso me dispo.
Por isso me grito,
por isso freqüento os jornais, me exponho cruamente nas livrarias:
preciso de todos.

Sim, meu coração é muito pequeno.
Só agora vejo que nele não cabem os homens.
Os homens estão cá fora, estão na rua.
A rua é enorme. Maior, muito maior do que eu esperava.
Mas também a rua não cabe todos os homens.
A rua é menor que o mundo.
O mundo é grande.

Tu sabes como é grande o mundo.
Conheces os navios que levam petróleo e livros, carne e algodão.
Viste as diferentes cores dos homens.
as diferentes dores dos homens.
sabes como é difícil sofrer tudo isso, amontoar tudo isso
num só peito de homem... sem que elo estale.

Fecha os olhos e esquece.
Escuta a água nos vidros,
tão calma. Não anuncia nada.
Entretanto escorre nas mãos,
tão calma! vai’ inundando tudo...
Renascerão as cidades submersas?
Os homens submersos —— voltarão?
Meu coração não sabe.
Estúpido, ridículo e frágil é meu coração.
Só agora descubro
como é triste ignorar certas coisas.
(Na solidão de invidíduo
desaprendi a linguagem
com que homens se comunicam.)

Outrora escutei os anjos,
as sonatas, os poemas, as confissões patéticas.
Nunca escutei voz de gente.
Em verdade sou muito pobre.

Outrora viajei
países imaginários, fáceis de habitar.
ilhas sem problemas, não obstante exaustivas e convocando ao suicídio

Meus amigos foram às ilhas.
Ilhas perdem o homem.
Entretanto alguns se salvaram e
trouxeram a notícia
de que o mundo, o grande mundo está crescendo todos os dias,
entre o fogo e o amor.

Então, meu coração também pode crescer.
Entre o amor e o fogo,
entre a vida e o fogo,
meu coração cresce dez metros e explode.
— Ó vida futura! nós te criaremos

Caio Fernando Abreu. Carta a Hilda Hilst


A verdade é que não me sinto capaz de nada. Não é fossa. Fossa dá idéia de uma coisa subjetiva e narcisista. São motivos bem concretos, que inclusive transcendem o plano pessoal. E tudo tão insolúvel que a gente só pode fugir, porque ficar não adianta nada. A minha maneira de fugir, tu sabes, é dormindo.

(Caio Fernando Abreu. Carta a Hilda Hilst)





"Tento fugir para longe e a cada noite, como uma criança temendo pecados, punições de anjos vingadores com espadas flamejantes, prometo a mim mesmo nunca mais ouvir, nunca mais ter a ti tão mentirosamente próximo."



quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Caio Fernando Abreu

Meu coração é um sapo rajado, viscoso e cansado, à espera do beijo prometido capaz de transformá-lo em príncipe.

  

Não quero lembrar. Faz mal lembrar das coisas que foram e não voltam.                                                                                                







NIRVANA: De acordo com a concepção budista, o Nirvana seria uma superação do apego aos sentidos, do material e da ignorância; tanto como a superação da existência, a pureza e a transgressão do físico.


quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Falta de nossas socializações, compartilhamentos entre risos, imagens, sons vindos de nós... ao som da Joni Mitchell, relembro as nossas canções... as horas esperadas, lembranças...
Agora que a poeira baixou*, estou tão perto do morador da janela... onde você está???
Você não sabe, mas antes de você, e depois de você, já havia um morador na minha janela, eu só nunca havia o convidado para entrar ... ele continua na janela... a porta ainda é sua... ainda...

Um copo de você - Joni Mitchell

Segundo consta, esta foto foi tirada para mim.

Um Copo de Você


Pouco antes de nosso amor se perder você disse
Sou tão constante quanto uma estrela do norte
E eu disse, sempre na escuridão
Onde isso vai levar?
Se você me quiser, eu estarei no bar

Atrás de um porta-copos de papelão
Na luz azulada da televisão
Eu desenhei um mapa do Canadá
Oh Canadá
Com seu rosto desenhado nele duas vezes

Oh, você está em meu sangue como vinho divino
Você parece tão doce e tão amargo
Oh eu poderia beber um barril de você, querido
E eu ainda estaria em pé
Oh eu ainda estaria em pé

Oh eu sou uma pintora solitária
Eu vivo em um pote de tintas
Sendo apavorada pelo diabo
E eu sou atraído por aqueles que não temem

Eu lembro da época que você me dizia
Amor é tocar almas
Seguramente você tocou a minha
Pois parte de você flui de mim
De vez em quando, nestas linhas

Oh, você está em meu sangue como vinho divino
Você parece tão doce e tão amargo
Oh eu poderia beber um barril de você, querido
E eu ainda estaria em pé
Oh eu ainda estaria em pé

Eu encontrei uma mulher, ela tinha a boca como a sua, ela sabia sua vida
Sabia de seus males e façanhas e ela disse
Vá até ele, fique com ele, se puder
Mas esteja preparada para sangrar

Mas você está em meu sangue como vinho divino
Você parece tão doce e tão amargo
Oh eu poderia beber um barril de você, querido
E eu ainda estaria em pé
Oh eu ainda estaria em pé

(Traduzido pela net)

A Case Of You - Joni Mitchell

Segundo consta, esta foto foi tirada para mim.

A Case Of You

Just before our love got lost you said
"I am as constant as a northern star."
And I said,"Constantly in the darkness
Where's that at?
If you want me I'll be in the bar."

"On the back of a cartoon coaster
In the blue TV screen light
I drew a map of Canada
Oh Canada
With your face sketched on it twice

Oh, you are in my blood like holy wine
You taste so bitter and so sweet
Oh I could drink a case of you, darling
And I would still be on my feet
Oh I would still be on my feet.

Oh I am a lonely painter
I live in a box of paints
I'm frightened by the devil
And I'm drawn to those ones that ain't afraid

I remember that time you told me, you said
"Love is touching souls"
Surely you touched mine cause
part of you pours out of me
In these lines from time to time

Oh, you're in my blood like holy wine
You taste so bitter and so sweet
Oh I could drink a case of you, darling
And I would still be on my feet
I would still be on my feet

I met a woman, she had a mouth like yours, she knew your life
She knew your devils and your deeds and she said
"Go to him, stay with him if you can
Bbut be prepared to bleed"

But you are in my blood, you're my holy wine
You're so bitter, so bitter and so sweet
Oh, I could drink a case of you, oh darling
And I would still be on my feet
I would still be on my feet.

Um copo de você - Joni Mitchell


"Eu lembro da época que você me dizia
Amor é tocar almas
Seguramente você tocou a minha
Pois parte de você flui de mim
De vez em quando, nestas linhas"
; e quando você foi embora e não me disse adeus, era por que você ia voltar né, e não era pra eu te esquecer e te esperar né?... eu ainda estou aqui... só não estou no mesmo lugar...

perder de vista...

Eu vivo perdendo meus óculos - de vista.



A velha égide de sempre

A velha égide de sempre... "Na verdade continuo sob a mesma condição, distraindo a verdade, enganando o coração."




domingo, 8 de janeiro de 2012

Pensar Em Você



É só pensar em você
Que muda o dia
Minha alegria dá pra ver
Não dá pra esconder
Nem quero pensar se é certo querer
O que vou lhe dizer
Um beijo seu
E eu vou só pensar em você
Se a chuva cai e o sol não sai
Penso em você
Vontade de viver mais
Em paz com o mundo e comigo
Se a chuva cai e o sol não sai
Penso em você
Vontade de viver mais
Em paz com o mundo e consigo 

Divina Comédia Humana - Belchior

Estava mais angustiado que um goleiro na hora do gol
Quando você entrou em mim como um Sol no quintal
Aí um analista amigo meu disse que desse jeito
Não vou ser feliz direito
Porque o amor é uma coisa mais profunda que um encontro casual
Aí um analista amigo meu disse que desse jeito
Não vou viver satisfeito
Porque o amor é uma coisa mais profunda que um transa sensual
Deixando a profundidade de lado
Eu quero é ficar colado à pele dela noite e dia
Fazendo tudo de novo e dizendo sim à paixão morando na filosofia
Eu quero gozar no seu céu, pode ser no seu inferno
Viver a divina comédia humana onde nada é eterno
Ora direis, ouvir estrelas, certo perdeste o senso
Eu vos direi no entanto:
Enquanto houver espaço, corpo e tempo e algum modo de dizer não
Eu canto.



Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget

Total de visualizações de página

Videos

Loading...

Músicas