A quimera

A quimera
Minha última quimera!

sábado, 25 de fevereiro de 2012

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Demodê - Maglore



Quando eu ficar ranzinza
e não puder mais reverter
A idade que incomoda
É um demodê feito pra vender

Vou andar no descompasso
Dos cinquenta eu não passo
Não vou ter mais sensatez
Maldizer vai virar esporte
Vamos desdenhar da sorte
Ganhar mais e mais perder

E não vou falar de amor
De amor
E não vou guardar rancor nenhum

Enquanto o tempo não chega
De esperar só pra sofrer
A mentira que acomoda
É um demodê feito pra vender

Se precisas de ajuda
E esse deus que não acuda
Te complica o entender
É que quando vem a sorte
Ele fica bem mais forte
E só resta agradecer

E não vou falar de amor
De amor
E não vou guardar rancor nenhum

domingo, 12 de fevereiro de 2012

Pena amor, eu sei... vou me afastar de você, e você nem sabe o por que... mas eu sei o que estou fazendo... eu acho...
Meu amor por você não diminuiu, mas preciso ir, e se possível voltar melhor pra você, mas se eu não voltar amor, espero que encontre alguém que te faça tão bem quanto eu... coisa que eu duvido... não me espere amor, mas estrei sempre por perto... always love you...


"Eu te amo. Mesmo negando. Mesmo deixando você ir. Mesmo não te pedindo pra ficar. Mesmo não olhando mais nos teus olhos. Mesmo não ouvindo a tua voz. Mesmo não fazendo mais parte dos teus dias. Mesmo estando longe, eu te amo. E amo mesmo. Mesmo não sabendo amar."
(C.F.A)

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012


“A competência essencial para qualquer tarefa é boa vontade em fazer o que precisa ser feito. A boa vontade desbanca a competência o tempo todo. Competência pode ser ensinada – mora na mente. Boa vontade mora no coração.”


(John Hoover)




segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

(Mãos Dadas - Carlos Drummond de Andrade)


Não serei o poeta de um mundo caduco.
Também não cantarei o mundo futuro.
Estou preso à vida e olho meus companheiros.
Estão taciturnos mas nutrem grandes esperanças.
Entre eles, considero a enorme realidade.
O presente é tão grande, não nos afastemos.
Não nos afastemos muito, vamos de mãos dadas.

Não serei o cantor de uma mulher, de uma história,
não direi os suspiros ao anoitecer, a paisagem vista da janela,
não distribuirei entorpecentes ou cartas de suicida,
não fugirei para as ilhas nem serei raptado por serafins.

O tempo é a minha matéria, o tempo presente, os homens presentes,
a vida presente.



Ninguém acredita, mas eu sou uma pessoa muito sozinha. Não pense que isso é ruim não, porque ruim é não sentir nada, a solidão faz parte. Tenho sentido uma vontade sobrenatural de ligar para alguém que já não me atenderia mais, tenho vontade de dizer que faz falta o que não vivi.

(C.F.A)



não serei o poeta...

Minha história...


João amava Teresa que amava Raimundo
que amava Maria que amava Joaquim que amava Lili
que não amava ninguém.
João foi para os Estados Unidos, Teresa para o convento,
Raimundo morreu de desastre, Maria ficou para tia,
Joaquim suicidou-se e Lili casou com J. Pinto Fernandes
que não tinha entrado na história.





(Quadrilha - Carlos Drummond de Andrade)

Sentimentos passionais...
Um ser não passional...

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Não me desculpe meu bem, mas não quero mais ficar...
Quando John Lennon tinha 5 anos, ele perguntou a mãe: - Mãe, qual é a moral da vida? E a mãe respondeu: - Ser feliz. Outro dia no colégio, a professora de John Lennon deu uma tarefa a ele perguntando o que ele queria ser quando crescesse, e John Lennon respondeu que queria ser feliz. No outro dia a professora falou: - Você não entendeu a tarefa. E John Lennon respondeu: - E você não entende a vida.




Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget

Total de visualizações de página

Videos

Loading...

Músicas