A quimera

A quimera
Minha última quimera!

sábado, 28 de maio de 2011

Poemas psicografados por Francisco Cândido Xavier - (Parnaso de Além-Túmulo)




Voz humana

Uma voz. Duas vozes. Outras vozes.
 Milhões de vozes. Cosmopolitismos.
Gritos de feras em paroxismos,
Uivando subjugadas e ferozes.

É a voz humana em intérminas nevroses,
Seja nas concepções dos ateísmos,
Ou mesmo vinculada a gnosticismos
Nos singultos preagônicos, atrozes.


É nessa eterna súplica angustiada
Que eu vejo a dor em gozos, insaciada,
Nutrir-se de famélicos prazeres.
A dor, que gargalhando em nossas dores
É a obreira que tece os esplendores
Da evolução onímoda dos seres.

sábado, 21 de maio de 2011

, o sonho...

,o sonho pra que?... continuou ela a indagar. Ele já não respondia mais, sabia que o  seu silêncio era o que ela queria ouvir, ela continuou, segundo Poe aqueles que sonham acordados têm consciência de mil coisas que escapam aos que apenas sonham adormecidos. Ele cogitou em completar, mas ao olhar o sorriso daquela velha senhora, calou seu pensamento e acenou um gesto de afirmação... acordaram juntos para um sonho inesquecível, ela continuou:

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Nunca Cultives o Absoluto nem o Excesso


Essa vai para meus amigos e minhas amigas chegadinhos... hehehe . Segundo o Pessoa.


Nunca cultives coisas absolutas, como a castidade absoluta ou a sobriedade absoluta: a maior força de vontade é a do homem que gosta de beber e se abstém de beber muito e não a daquele que não bebe de todo. O movimento antialcoólico é um dos maiores inimigos da vontade própria e do desenvolvimento da vontade. Castrar um homem «controlará» certamente os seus impulsos sexuais. Castrar a sua alma também fará o mesmo. A dificuldade é abster-se.

Deves criar um desejo de beber e de fumar e então fumar e beber moderadamente. Graças a este método, não só desenvolverás a tua vontade decisivamente, obrigando-a a impor limites aos teus impulsos, que é a função própria da vontade (e não a eliminação dos impulsos), mas também extrairás o maior prazer possível de beber ou de fumar, pois a Natureza concebeu as coisas de um modo tal que o maior prazer vem depois do maior poder, a temperança, e o sinal da normalidade é este.













(Fernando Pessoa, in 'Reflexões Pessoais')

domingo, 15 de maio de 2011

God Only Knows - Só Deus Sabe - The Beach Boys


Essa canção me ensina muitas coisas, inclusive deixar de amar...e mais ainda, filtrar o melhor do amor que eu recebi... 



Só Deus Sabe

Eu não posso sempre te amar
Mas enquanto houver estrelas sobre você
Você nunca precisa duvidar
Eu vou fazer você tem tanta certeza sobre isso
Só Deus sabe o que eu seria sem você
Se você me deixasse
Embora a vida continuaria a ir em acreditar em mim
O mundo poderia mostrar nada para mim
Então, o que seria bom fazer-me viver
Só Deus sabe o que eu seria sem você
Só Deus sabe o que eu seria sem você

******************************
I may not always love you
But long as there are stars above you
You never need to doubt it
I'll make you so sure about it


God only knows what I'd be without you


If you should ever leave me
Though life would still go on believe me
The world could show nothing to me
So what good would living do me


God only knows what I'd be without you
God only knows what I'd be without you

sábado, 14 de maio de 2011

Quase Nada (Zeca Baleiro)

Para  mais uma trova de amor... dedicado à aquele que ainda não conheço... não o suficiente*... ao amor carnal... ou espiritual...


De você sei quase nada
Pra onde vai ou porque veio
Nem mesmo sei
Qual é a parte da tua estrada
No meu caminho
Será um atalho
Ou um desvio
Um rio raso
Um passo em falso
Um prato fundo
Pra toda fome
Que há no mundo
Noite alta que revele
Um passeio pela pele
Dia claro madrugada
De nós dois não sei mais nada
De você sei quase nada
Pra onde vai ou porque veio
Nem mesmo sei
Qual é a parte da tua estrada
No meu caminho
Será um atalho
Ou um desvio
Um rio raso
Um passo em falso
Um prato fundo
Pra toda fome
Que há no mundo
Se tudo passa como se explica
O amor que fica nessa parada
Amor que chega sem dar aviso
Não é preciso saber mais nada

Vapor Barato/Flor da Pele (Zeca Baleiro)


Dedico a minha honey baby: =>
Oh, sim, eu estou tão cansado
Mas não pra dizer
Que eu não acredito mais em você
Com minhas calças vermelhas
Meu casaco de general
Cheio de anéis
Vou descendo por todas as ruas
E vou tomar aquele velho navio
Eu não preciso de muito dinheiro
Graças a deus
E não me importa, honey
Minha honey baby
Baby, honey baby
Oh, minha honey baby
Baby, honey baby


Oh, sim, eu estou tão cansado
Mas não pra dizer
Que eu tô indo embora
Talvez eu volte
Um dia eu volto
Mas eu quero esquecê-la, eu preciso


Oh, minha grande
Ah, minha pequena
Oh, minha grande obsessão


Oh, minha honey baby
Baby, honey baby
Oh, minha honey baby
Honey baby, honey baby, ah


Ando tão à flor da pele
Que qualquer beijo de novela me faz chorar
Ando tão à flor da pele
Que teu olhar flor na janela me faz morrer
Ando tão à flor da pele
Que meu desejo se confunde com a vontade de não ser
(baby)


Ando tão à flor da pele
Que a minha pele tem o fogo do juízo final (honey baby)
Um barco sem porto sem rumo sem vela cavalo sem sela
Um bicho solto um cão sem dono um menino um bandido
Às vezes me preservo noutras suicido


Baby, honey baby, baby, baby, baby, baby, baby
Oh, minha honey baby
Honey baby, honey baby
Baby, baby, baby, baby, baby


Ando tão à flor da pele
Que qualquer beijo de novela me faz chorar
Ando tão à flor da pele
Que teu olhar flor na janela me faz morrer
Baby

Meu Amor, Meu Bem, Me Ame ( Zeca Baleiro)

Dedico esta canção ao meu novo amor... que ainda não conheço bem... mas já me faz pensar como se o conhecesse... 


Meu Amor, Meu Bem, Me Ame
Não vá prá Miami
Meu amor, meu bem me queira
Tô solto na buraqueira
Tô num buraco
Fraco como galinha d'angola...
Meu amor, meu amor manda
Não vá prá Luanda
Não vá prá Aruba
Se eu descer
Você suba aqui no meu pescoço
Faça dele seu almoço
Roa o osso e deixe a carne...
Meu amor, meu bem
Repare no meu cabelo
No meu terno engomado
No meu sapato
Eu sou um dragão de pêlo
Eu cuspo fogo
Não me esconda o jogo
Ou berro no ato...
Meu amor, meu bem me leve
De ultraleve
De avião, de caminhão
De zepelim...(2x)
Meu amor, meu bem, sacie, mate
Minha fome de vampiro
Senão eu piro
Viro Hare-Krishna
Hare Hare Hare
Não me desampare
Ou eu desespero...
Meu amor, meu bem me espere
Até que o motor pare
Até que marte nos separe...(2x)
Meu amor ele é demais
Nunca de menos
Ele não precisa
De camisa-de-vênus
Ouça o que eu vou dizer
Meu bem me ouça
O que ele precisa
É de uma camisa-de-força...(2x)
Meu amor, meu bem, sacie, mate
Minha fome de vampiro
Senão eu piro
Viro Hare-Krishna
Krishna Hare Hare!
Krishna Hare Hare!
Não me desampare
Ou desespero...
Meu amor, meu bem me espere
Até que o motor pare
Até que marte nos separe...(2x)
Meu amor ele é demais
Nunca de menos
Ele não precisa
De camisa-de-vênus
Ouça o que eu vou dizer
Meu bem me ouça
O que ele precisa
É de uma camisa-de-força...(3x)
Você é a minha cura
Se é que alguém tem cura
Você quer que eu
Cometa uma loucura
Se você me quer!
Cometa!..
.

sábado, 7 de maio de 2011

Três Dias (Minas Gerais)


Essa canção, tem muito haver com a minha viagem a Minas Gerais - coisas que só eu sei... quem sabe eu me apaixone por lá, até lá, de lá pra cá... pelo estado, pela cidade... logo conhecerei Uberaba e tantas outras visitadas em meus sonhos... vamos ver... ah, quando eu voltar eu conto... a canção agora!


Se faltar carinho, ninho
Se tiver insônia, sonha
Se faltar a paz
Se faltar a paz, Minas Gerais
Se encontrar algum destino
Para solidão tamanha
Se faltar a paz
Se faltar a paz, Minas Gerais
Se faltar carinho, ninho
Se tiver vontade, chama
Se faltar a paz
Se faltar a paz, Minas Gerais
Se você ficar sozinho
Pega a solidão e dança
Se faltar a paz
Se faltar a paz, Minas Gerais
Desaparecer no vento
E acordar num outro instante
Nó na imensidão do tempo
Dor do sentimento faz
Mas, se faltar a paz
Se faltar a paz
Se faltar a paz, Minas Gerais

Três Dias

Marcelo Camelo

Composição : André Dahmer e Marcelo Camelo

Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget

Total de visualizações de página

Videos

Loading...

Músicas